• Home
  • Notícias
  • Negócios
  • Arezzo&Co adquire 75 por cento do brechó online Troc

Negócios

Arezzo&Co adquire 75 por cento do brechó online Troc

By Marta De Divitiis

20 de nov. de 2020

Foi anunciada hoje, 20 de novembro, a aquisição de 75 por cento da Troc, brechó online, pela Arezzo&Co, grupo que já reúne as marcas Arezzo, Anacapri, Alexandre Birman, Fiever, Alme e Vans. Com essa novidade o grupo, que recentemente adquiriu a Reserva, oficializa a operação do ZZ Ventures, braço da Arezzo&Co, que será responsável pela captação de novas startups em diversos segmentos, de acordo com o release de divulgação. O mapeamento dessas startups contará com o apoio da Endeavor, rede global formada por empreendedores que mais crescem no mundo.

A Troc foi fundada pela empresária Luanna Toniolo em Curitiba, Paraná, em 2017. A empresa disponibiliza o serviço de curadoria, cadastro, preço e venda de peças na plataforma. O dono das peças comercializadas envia o que foi vendido via Correios ou agenda para a retirada em domicílio. Depois de concretizada a venda o brechó fica com 50 por cento do valor e o vendedor com o restante. Estima-se que o mercado de peças de segunda mão deverá movimentar até 2029 aproximadamente 31 bilhões de reais.

No acordo selado Luanna permanecerá à frente da operação. Segundo Alexandre Birman, CEO da Arezzo&Co, a ZZ Ventures oferecerá oportunidades de incluir as mulheres no universo dos negócios e da inovação. “Essa é uma de nossas missões, uma vez que queremos mulheres, além de clientes, também no comando de suas próprias empresas,” justifica.

Parcerias estrategicas alavancam o grupo

Agora a Troc será conectada à plataforma ZZ Mall, marketplace do grupo que trabalha com as sete marcas próprias e mais 30 outras marcas de moda e acessórios, entrando assim no universo da economia circular. Os usuários do marketplace terão benefícios mútuos para a venda de peças de segunda mão e utilização dos créditos no site (poderão comprar novos produtos, direcionar o valor para doação à instituições cadastradas na Troc ou receber o dinheiro na conta bancária).

“Com a aquisição da Troc estamos expandindo nossa atuação para o segmento de segunda mão, relevante na nova economia, consciente e de baixo impacto ambiental, tendência global. Ao mesmo tempo oficializamos a criação da ZZ Ventures, que será responsável para avaliar novas oportunidades de startups disponíveis no mercado,” avalia Birman.

Para Rony Meisler, CEO da Ar&Co (plataforma subsidiária da Arezzo&Co para novas aquisições de vestuário), a chegada da Troc demonstra a confluência de ideias, visão e responsabilidade do grupo. “Vamos construir juntos um novo capítulo na história e no futuro da moda, unindo estratégia, consciência e baixo impacto ambiental,” diz o executivo.

Para Luanna é um novo ciclo que se inicia. No release de divulgação ela diz: “nos tornamos um selo verde dentro da Arezzo&Co, que nos permite pensar ainda maior, exponenciando o propósito da Troc. Juntos vamos quebrar paradigmas da moda brasileira construindo um futuro mais sustentável,” justifica.

Fotos: Lu Prezia, cortesia Troc cortesia Reserva