• Home
  • Notícias
  • Negócios
  • Exportações de couro têm alta em janeiro

Negócios

Exportações de couro têm alta em janeiro

By Marta De Divitiis

26 de fev. de 2021

Confirmando as previsões otimistas do fim do ano passado, as exportações de couro brasileiro em janeiro de 2021 tiveram alta de 19,8 por cento em relação a janeiro de 2020, respondendo por 97,8 milhões de dólares. A informação foi dada por Rogério Cunha, da Inteligência Comercial do CICB - Centro das Indústrias de Curtume do Brasil - no canal da entidade no Youtube, dia 23 de fevereiro.

Segundo Cunha, entre os dez estados que mais exportaram ganhou destaque o Ceará com uma alta de 95,7 por cento, seguido do Mato Grosso do Sul, com 64,2 percentuais e de Minas Gerais, com 55,9 por cento. Santa Catarina teve queda de 20,7 por cento e a Bahia, de 1,8 por cento.

Em volume de exportação o Ceará teve um aumento de 120,7 por cento, relativo a 391,7 mil m2. Minas Gerais teve aumento de 45 por cento e o Rio Grande do Sul, com mais 40,7 percentuais. "O Rio Grande do Sul permanece em janeiro como líder nas exportações, com o valor de 28,9 milhões de dólares, com participação de 29,6 por cento, mais do que duas vezes a participação do segundo colocado, que agora é Goiás, com 14,2 por cento,”explicou Cunha.

Entre os países que compraram o couro brasileiro, a Itália mostrou uma retomada significativa, com aumento de mais de 81 por cento de valor e mais 27 percentuais em volume. Já a China e os EUA apresentaram relativa estabilidade em valores, mas em volume tiveram quedas preocupantes, segundo o executivo. De acordo com Cunha, a China teve queda em volume de 19,4 por cento e, se considerarmos a China sem Hong Kong, a Itália passa a ser nosso principal comprador.

Foto: cortesia CICB