• Home
  • Notícias
  • Negócios
  • Grupo Soma vai abrir capital

Negócios

Grupo Soma vai abrir capital

By Marta De Divitiis

17 de jul. de 2020

Dona das marcas Farm, Animale, Cris Barros, Fábula e Maria Filó entre outras, o Grupo Soma arquivou na CVM - Comissão de Valores Mobiliários - pedido para retomar o processo de abertura de capital, que estava paralisado devido à pandemia. De acordo com matéria publicada na revista Exame a empresa planeja a captação de um bilhão de reais que serão aplicados em novas aquisições e reforço do e-commerce.

Em 2019 a receita líquida teve uma alta de mais de 20 por cento (1,3 bilhão de reais) e a expansão de lojas foi de 13 por cento. Em termos de vendas brutas (1,5 bilhão de reais), 22 por cento correspondeu ao e-commerce.

Durante o isolamento social decretado pelas autoridades estaduais, com as lojas fechadas, a companhia teve um patamar de vendas equivalente à 50 e 80 por cento do nível pré-pandemia graças aos canais digitais de todas as marcas.

O coordenador líder da operação é Itaú BBA, ao lado de JP Morgan, Bank of America e XP Investimentos. O FashionUnited consultou a assessoria de imprensa do grupo que não pode conceder entrevista por estar em período de silêncio.

O Grupo Soma teve início em 2010 com a fusão das marcas Farm e Animale, ambas de moda feminina. Em 2014 foi a vez da Fábula, marca infantil da Farm e da A. Brand e já no ano seguinte a masculina Foxton. Cris Barros entrou para o portfólio do grupo em 2017 e no início deste ano a Maria Filó se incorporou à companhia.

Foto: cortesia Farm