Fashion Jobs and Fashion Trade News, Business apparel industry platform | FashionUnited
Kering prestes a fazer acordo em acusação de evasão fiscal na Itália

Negócios

Kering prestes a fazer acordo em acusação de evasão fiscal na Itália

A Kering, conglomerado francês de luxo dono de marcas como Gucci, Balenciaga e Saint Laurent, está muito perto de fechar um acordo com as autoridades fiscais italianas após ter sido acusada de evasão fiscal. A empresa teria concordado em devolver entre 1.3 e 1.4 bilhão de euros (entre 5 e 6 bilhões de reais) aos cofres públicos da Itália, de acordo com o jornal Il Sole 21 Ore e a agência de notícia Reuters. Ambos citam fontes anônimas próximas às negociações. O acordo seria assinado no começo de maio. Se confirmado, este será o maior acordo de liquidação de imposto entre uma empresa e as autoridades fiscais italianas.

Procuradores italianos alegaram em Novembro que a Kering teria evitado pagar mais de 1 bilhão de euros em impostos no país entre 2010 e 2016 ao distribuir produtos no país através de sua subsidiária suíça Luxury Goods International. A Gucci, uma das marcas mais lucrativas do portfólio da Kering, está no centro da investigação: seus escritórios em Milão e Florença foram inclusive visitados pela polícia italiana.

À época, a Kering negou ter cometido evasão fiscal, questionando as conclusões da investigação mas prometendo continuar a cooperar com as autoridades italianas. De acordo com a Reuters, ao fazer um acordo com o fisco, a empresa será poupada de pagar cerca de 500 milhões de euros a mais em juros e sanções pelo atraso no pagamento dos impostos.

Foto: Facebook da Gucci

GUCCI
Kering