• Home
  • Notícias
  • Negócios
  • Magalu amplia operação de moda com a aquisição do Steal The Look

Negócios

Magalu amplia operação de moda com a aquisição do Steal The Look

By Marta De Divitiis

22 de mar. de 2021

O Magalu ( Magazine Luiza) anunciou dia 17 de março a aquisição do portal de moda com conteúdo comprável Steal The Look. O portal, que conta com 6 milhões de usuários únicos e com 2,5 milhões de seguidores nas redes sociais, será uma vitrine importante para o segmento de moda e estilo do Magalu, que já conta com a Zattini e Netshoes, de moda e a Época, de cosméticos, além dos vendedores do marketplace.

Luciane Robic, diretora de marketing do IBModa - Instituto Brasileiro de Moda - falou com exclusividade ao FashionUnited analisando a questão. Segundo a profissional, o Magazine Luiza é hoje um dos grupos de varejo mais bem posicionado para a realidade do mercado brasileiro.“O Magalu tem uma proposta de valor fortemente alinhada aos valores dos consumidores e dos fornecedores e vem se fortalecendo com atendimentos e serviços diferenciados, tanto para o canal B2C como o B2B”, diz. Segundo Luciane essa aquisição agrega audiência digital, uma das moedas mais fortes do mercado. “O Steal The Look tem essa moeda, conquistada por uma entrega de conteúdo competente, que gera engajamento e dialoga fortemente com seu público,”explica.

Expansão de novos mercados e publicidade digital

Silvia Machado, diretora-executiva de Moda e Beleza do Magalu, confirma que a proposta do Steal The Look converge com a visão da empresa de que a digitalização da moda e da economia criativa é uma grande fonte de oportunidades. “Dessa forma, o portal torna-se parte da criação de um ecossistema facilitador para vendedores e marcas, impulsionando o empreendedorismo dentro da plataforma”, diz Silvia no release de divulgação.

O Steal The Look vai se manter como uma plataforma separada editorialmente do Magalu, assim como aconteceu com o portal de tecnologia Canaltech, adquirido em 2020. “Ao longo dos anos, conquistamos a confiança de leitoras e anunciantes através de um conteúdo independente, sempre co-criando com nossos parceiros e clientes. Essa autonomia é fundamental e será mantida nessa nova fase”, afirma Manuela Bordasch, fundadora do Steal The Look - que continuará no comando da operação do portal. Vale lembrar que o STL, criado em 2012, traz conteúdo de moda com um link onde o produto pode ser adquirido pela leitora.

Ação reflete estratégia que irá gerar alto volume de vendas

Outro profissional que falou exclusivamente ao FashionUnited, o consultor criativo e docente Amauri Marques, explica que o Magalu está se aproximando de soluções de consumo numa linguagem popular. “A Steal The Look conseguiu realizar uma proeza que é estratégia de grandes magazines de moda como a Zara,por exemplo, que acompanha influencers, as pessoas que fazem a diferença e têm um visual bacana e trazem para o consumidor final a resposta mastigada: gostou? Você encontra em tal loja,” diz. De acordo com Marques os executivos da Magalu sabem que irão trabalhar com uma grande quantidade de itens num preço competitivo, em alto volume.

“A maioria dos consumidores não conta com informações de moda e não sabe como escolher um look que ficará lindo na pessoa, então valoriza a opinião de quem se sobressai - blogueiros, celebridades - e quer se identificar com eles, usando o mesmo estilo de roupa,” justifica. "Isso pode gerar um grande volume de vendas; é uma ação estratégica mega inteligente,”conclui.

A Magalu, listada na Bolsa de Valores desde 2011, é o maior ecossistema de compra e venda no Brasil, uma plataforma digital com pontos físicos e calor humano, segundo o release de divulgação. Conta com 1237 lojas em 18 estados e cinco marcas online: Netshoes, Zattini, Shoestock, Época Cosméticos e Estante Virtual (de livros) além de milhares de sellers no marketplace e app, que conta com 30 milhões de usuários ativos. Emprega mais de 47 mil funcionários e sua política de gestão de pessoas já recebeu vários prêmios.

Fotos: cortesia Magalu