Magazine Luiza compra Netshoes por 244 milhões

Negócios

Magazine Luiza compra Netshoes por 244 milhões

Está confirmado: o Magazine Luiza é o novo dono da Netshoes, empresa que já foi o maior e-commerce de artigos esportivos da América Latina, por 62 milhões de dólares (aproximadamente 244 milhões de reais). A transação ainda depende da aprovação dos acionistas da Netshoes e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Fundada no ano 2000, a Netshoes logo se tornou um fenômeno do e-commerce, expandindo para o México e a Argentina e lançando uma segunda loja virtual, a Zattini, focada em moda e beleza. A empresa também é detentora do e-commerce de sapatos Shoestock e administra o e-commerce de diversos times de futebol e marcas esportivas, tais como Corinthians, NBA, UFC e NFL.

No entanto, apesar do crescimento vertiginoso, a empresa ainda não dá lucro. Com capital aberto na bolsa de valores de Nova York desde 2017, a Netshoes viu o valor de suas ações despencar em mais de 87 por cento desde o IPO. A empresa fechou o terceiro trimestre de 2018 com um prejuízo líquido de 140, 6 milhões de reais, tendo contactado o banco Goldman Sachs em agosto para auxiliá-la na busca por um investidor.

A notícia da compra da Netshoes pelo Magazine Luiza veio no mesmo dia em que a Netshoes anunciou a venda de suas operações na Argentina para a empresa argentina BT8. A Netshoes já tinha se livrado de sua subsidiária mexicana em agosto do ano passado, vendendo-a para a Sierra Capital.

Quanto ao Magazine Luiza, analistas dizem que o principal motivo para a aquisição da Netshoes seria competir com a Amazon, a gigante americana que chegou ao Brasil em 2012, inicialmente vendendo apenas livros, mas logo oferecendo mais categorias como roupas, calçados, acessórios e artigos esportivos. Semana passada, a empresa anunciou que irá começar a vender livros, numa clara estratégia para competir com a Amazon e ocupar o espaço da Livraria Cultura.