• Home
  • Notícias
  • Negócios
  • Primeiro semestre tem crescimento de exportação de componentes para calçados

Primeiro semestre tem crescimento de exportação de componentes para calçados

By Marta De Divitiis

25 de jul. de 2022

Negócios

Cortesia Assintecal

De acordo com dados elaborados pela Assintecal - Associação Brasileira das Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos, no primeiro semestre deste ano, as exportações de componentes para couro e calçados somaram 214,3 milhões de dólares, 20 por cento mais do que no mesmo período do ano passado. O número também aponta para uma ampla recuperação ante o período pré-pandemia, em 2019, quando as exportações do primeiro semestre somaram 175 milhões de dólares, 18 por cento menos que no ano corrente. 

A Argentina foi o principal destino dos embarques (48,4 milhões de dólares), 56 por cento mais que no mesmo período de 2021. A seguir a China foi o segundo destino, importando o equivalente a 44,23 milhões de dólares (2 por cento mais que no mesmo período do ano passado). Já Portugal importou o equivalente a 30,9 milhões de dólares, 51 por cento mais em relação ao mesmo período de 2021.

Os estados que mais importaram foram o Rio Grande do Sul (com 116,83 milhões de dólares), seguido de São Paulo (com 23,25 milhões de dólares) e por fim, a Bahia, com o embarque do equivalente a 19 milhões de dólares.

Os produtos químicos para curtimento de couros responderam por 96,33 milhões de dólares, 7 por cento mais que no mesmo período do ano passado. A seguir vieram os cabedais, que cresceram 23 por cento e geraram 60 milhões de dólares. Já os produtos químicos para calçados/adesivos cresceram 27 por cento e responderam por 23 milhões de dólares e, por fim, os solados, com crescimento de 60 por cento, o equivalente a 14,7 milhões de dólares.

Vale lembrar que a Assintecal tem atuado na expansão do segmento coureiro-calçadista há 30 anos, respondendo pelo setor que conta com 3 mil empresas.

ASSINTECAL
Calçados
couros
exportacão