Rede de lojas Renner fecha segundo trimestre com queda no lucro líquido

Negócios

Rede de lojas Renner fecha segundo trimestre com queda no lucro líquido

A rede varejista fechou o segundo trimestre apresentando um lucro líquido de 235 milhões de reais, representando um decréscimo de 14,4 percentuais em relação ao mesmo período do ano passado. Foi a primeira queda apresentada após 10 trimestres consecutivos com crescimento nos lucros.

“No entanto as lojas apresentaram um aumento de 9,3 porcentuais de venda nesse mesmo período graças a uma coleção assertiva e ao bom fluxo de clientes,” disse o diretor financeiro Laurence Gomes à revista Exame.

A desvalorização do real, que afetou o preço dos importados e a provisão de pagamentos de participação de resultados foram os maiores responsáveis pela queda. Além disso o inverno mais ameno, obrigou a empresa a responder rapidamente colocando nas lojas uma coleção de meia estação ao invés do inverno.

Apesar do cenário difícil para o setor de vestuário a expectativa é de recuperação já nos próximos trimestres. Os saques do FGTS – Fundo de Garantia por Tempo de Serviço - podem auxiliar nos gastos dos consumidores com roupas e acessórios.

A Lojas Renner S.A, é a maior varejista de moda no Brasil. Fundada em 1965, hoje está presente em todas as regiões do país oferecendo moda nos mais diversos estilos. Em 2017 inaugurou sua primeira operação fora do país, no Uruguai.