• Home
  • Notícias
  • Feiras
  • Rodada de Negócios da Moda Pernambucana supera expectativas

Feiras

Rodada de Negócios da Moda Pernambucana supera expectativas

By Marta De Divitiis

20 de mar. de 2020

Realizada entre os dias 11 e 13 de março, no Polo Caruaru em Pernambuco, a 29a edição da Rodada de Negócios da Moda Pernambucana aconteceu enquanto não havia medidas governamentais contra a ameaça do coronavírus e superou as expectativas.

Organizada pela Acic - Associação Comercial e Empresarial de Caruaru em parceria com o Sebrae - Serviço Brasileiro de apoio à Pequena e Micro Empresa - a estimativa era um aumento de 10 por cento em relação ao evento passado, mas o que houve foi um incremento de 21 por cento no faturamento.

A rodada trouxe a comercialização de aproximadamente um milhão de peças, o equivalente a 19,5 milhões de reais, contra os 16 milhões de reais da edição anterior, de acordo com o release de divulgação. Segundo os organizadores esses números revelam uma certa segurança aos empresários da região, uma vez que há uma instabilidade na economia brasileira devido à pandemia.

Para o presidente da Acic, Luverson Ferreira, o resultado está relacionado aos 15 anos de trabalho, em parceria com diversas instituições, mostrando a força empreendedora do Polo de Confecções do Agreste. “Temos feito a diferença na cadeia têxtil de Pernambuco, do Nordeste e do Brasil. As parcerias públicas e privadas que conseguimos fazer da economia a protagonista. Fazer essa interconexão entre empresários e demais entidades, olhando para as dificuldades e enxergando as oportunidades, é a grande diferença da Rodada, que trabalha o ano inteiro para o expositor”, comemorou.

Nesta edição houve destaque para o início do processo de migração dos expositores para uma plataforma e-commerce do evento e a primeira rodada de negócios de moda autoral. Além disso houve a segunda edição do Caruaru Moda Mundo, em parceria com a prefeitura local. A plataforma de e-commerce foi desenvolvida especialmente para atender os confeccionistas da região no período entre as rodadas, sendo que a previsão de inauguração é no final de julho de 2020, quando a Acic comemora 100 anos.

A proposta da plataforma é que na primeira etapa, 120 indústrias serão beneficiadas, sendo que na fase seguinte, mais 150. Nos primeiros 12 meses de implantação, estima-se que haja um ganho de 40 milhões de reais para o segmento, que movimenta 5,6 bilhões de reais por ano e emprega 250 mil pessoas em cerca de 40 municípios, de acordo com o Governo do Estado. Para isso será utilizado o ecossistema da Rodada de Negócios, com aproximadamente 800 varejistas nacionais.

Foto: Cortesia da Rodada de Negócios da Moda Pernambucana