• Home
  • Notícias
  • Moda
  • Abit lança programa de capacitação Moda Ind-SP

Moda

Abit lança programa de capacitação Moda Ind-SP

By Marta De Divitiis

4 de jun. de 2021

Dia primeiro a Abit - Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Vestuário - lançou em evento virtual o programa de capacitação para empresas têxteis do estado de São Paulo, o Moda Ind-SP. O programa é uma parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, foi assinado no dia 28 de maio e receberá recursos parceladamente, tendo a vigência de dois anos. O valor total do convênio será de 835,208 mil reais.

Para participar dessa capacitação as empresas interessadas deverão se inscrever no programa. De acordo com Fernando Pimentel, presidente da entidade, empresas de todos os elos, portes e regiões do Estado de SP poderão participar e a Abit conta com o auxílio dos diversos sindicatos têxteis, espalhados pelo estado, trabalhando em rede, de forma a capilarizar a informação. Palestras informativas estão previstas para incentivar as inscrições no programa.

Módulos de ensino à distância e consultorias virtuais

Segundo Lilian Kadissei, gerente executiva de projetos da Abit, o programa, que conta com 6 pilares de atuação, vai enfatizar o desenvolvimento de estratégias de médio e longo prazo visando a capacitação e aumento de competitividade do setor. O projeto apresentado pela Abit conta com toda uma metodologia (desenvolvida pelo SENAI - Serviço Nacional da Indústria) para a aplicação desses pilares.

Após a etapa de qualificação dos interessados (com número limitado de inscritos), o Moda.Ind-SP oferecerá módulos de ensino à distância e consultorias virtuais ou presenciais. Análise e adequação de produto, montagem de coleções, gestão de produção, marketing digital estão entre os diversos conteúdos que serão abordados.

O Moda.Ind-SP ainda irá produzir um Estudo Prospectivo para orientar estratégias de desenvolvimento de médio e longo prazo para o setor têxtil paulista, revelando os pontos fracos da cadeia e direcionando para onde os esforços do Governo e do setor devem se concentrar. O IEMI - Inteligência de Mercado, Instituto de Estudos e Marketing Industrial será parceiro da Abit nessa etapa.

Panorama do segmento têxtil em SP

Os principais polos têxteis estão concentrados na capital paulista, assim como na região de Americana, região de Sorocaba, região de Jundiaí, São José do Rio Preto e Tietê. Neste universo paulista estão empresas têxteis, mas principalmente confecções que chegam a 14 mil empresas no Estado, sendo que 11,4 mil são confecções de pequeno e médio portes.

Segundo o último levantamento feito sobre o panorama do setor Têxtil & Confecção paulista, a produção em São Paulo corresponde a 49 bilhões de reais de faturamento, com investimentos anuais da ordem de 580 milhões de reais e emprega diretamente 430 mil trabalhadores em fábricas dos mais distintos portes.

De acordo com o release de divulgação, São Paulo perfaz, hoje, cerca de 26,8 por cento do PIB nacional têxtil, mas já chegou a representar algo acima dos 30 percentuais.

“Nosso setor foi um dos mais afetados nesta pandemia, porém é um grande gerador de empregos. Estamos felizes por sermos agraciados com este recurso que irá contribuir para o fortalecimento de muitas empresas”, declarou Fernando Pimentel, presidente da Abit na assinatura dos termos, em 28 de abril. “Que esse investimento se reverta em grandes oportunidades de inclusão, crescimento e retomada da economia. Vamos seguir em frente”, acrescentou a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, presente também no lançamento virtual do dia primeiro.

Fotos: cortesia Abit, Josefa nDiaz/Unsplash, Waldemar Brandit/Unsplash