• Home
  • Notícias
  • Moda
  • Aumento da demanda de energia elétrica sinaliza retomada do setor têxtil

Moda

Rio Lecatompessy/Unsplash

Aumento da demanda de energia elétrica sinaliza retomada do setor têxtil

By Marta De Divitiis

7 de mai. de 2021

Levantamento feito pela CCEE - Câmara de Comercialização de Energia Elétrica - para avaliar o impacto da COVID-19 no consumo de eletricidade mostra que a indústria têxtil, uma das mais afetadas durante a pandemia, tem se recuperado gradualmente. Em abril, a demanda por energia neste mercado cresceu 98,2 por cento, a segunda maior alta entre os ramos de atividade acompanhados, atrás somente do segmento de automóveis.

A organização explica que o bom desempenho sinaliza uma retomada gradual da produção. “Em abril do ano passado o setor praticamente parou, mas ao longo dos últimos meses se adaptou ao momento atípico”, avalia Rui Altieri, presidente do conselho de administração da CCEE em release de divulgação.

O estudo foi feito para as empresas que compram energia no mercado livre, comparando resultados com o mesmo período de 2020. Mesmo ao se excluir o efeito da adesão de novas cargas do setor têxtil neste ambiente de contratação, a taxa de crescimento segue positiva.

A CCEE é uma associação civil sem fins lucrativos, mantida pelas empresas que compram e vendem energia no Brasil. O papel da entidade é fortalecer o ambiente de comercialização de energia - no ambiente regulado, no ambiente livre e no mercado de curto prazo - por meio de regras e mecanismos que promovam relações comerciais para todos os segmentos do setor (geração, distribuição, comercialização e consumo).