• Home
  • Notícias
  • Moda
  • Figurinista de telejornais pela expert Mari Saldanha

Moda

Figurinista de telejornais pela expert Mari Saldanha

By Marta De Divitiis

18 de fev de 2020

Estilismo não é a única profissão que a moda proporciona, há todo um mundo de atividades que pode ser exercido. Com esse artigo iniciamos uma série que será publicada regularmente, mostrando as diversas possibilidades de trabalho com moda.

Hoje falamos sobre os figurinistas especializados em TV, mais especificamente em telejornais. Mari Saldanha (embaixo, à direita na foto de abertura) ex-coordenadora de equipe de figurinistas do jornalismo da TV Globo São Paulo (de 2001 a 2018) explica ao FashionUnited quais os atributos necessários para desempenhar bem as funções, assim como as dificuldades enfrentadas e a alegria que a profissão pode proporcionar.

“Para começar é fundamental ter feito pelo menos um estágio em produção de moda - a fotografia vem antes da TV, que é a imagem em movimento, ao vivo e colorida - ou seja, não pode errar em hipótese alguma; é um grande desafio,”diz Mari. O trabalho de produção de moda, segundo ela, é base para a formação de figurinista de TV.

Entre os requisitos necessários está a organização, a pontualidade nas devoluções (as peças de roupas são emprestadas como nos editoriais de revistas e jornais), assim como a devolução das peças de forma impecável. Outro ponto importante diz respeito a como a figurinista se veste; de acordo com Mari estar sempre arrumada é importante. Pode ser um look básico como uma camisa branca e uma calça comprida preta, desde que bem alinhado. Passa uma ideia de credibilidade e profissionalismo que facilita na hora de ir a campo para buscar peças nas marcas e angaria respeito entre os colegas de TV.

“Sair da Internet e ir para a rua, pesquisar, ver as roupas, o caimento no corpo, a modelagem, treinar um olhar crítico e observador é algo a se ressaltar.” A profissional lembra que na TV, ao contrário das passarelas e dos editoriais, você veste pessoas reais, dos mais variados tipos físicos. “Tem que ter sensibilidade para observar cada pessoa e desenvolver um estilo adequado a ela - ao corpo dela, mas também adequado ao cenário,” salienta. O meio de produção é bem restrito e na TV, um nicho deste trabalho, mais ainda. Assim a preparação conta muito na hora de se contratar alguém. Quem já fez produções variadas - editoriais, comerciais de TV, assessoria de imprensa - têm mais chances de enveredar por esse caminho.

Rotina de trabalho

O dia a dia conta com 8 horas de trabalho de segunda a sexta-feira e um fim de semana por mês. Para folgas e plantões de feriados (especialmente Natal e Ano Novo) há uma escala. Mas vale lembrar que sempre haverá aquele feriado ou fim de semana que se estará trabalhando como outro dia qualquer e há quem não se adapte.

Quando se inicia um programa, um telejornal novo ou outra programação, os figurinistas recebem um briefing. A partir daí começam a produzir o figurino e as roupas são testadas em “programas piloto”. Só entram no ar quando tudo estiver aprovado pela direção e, perfeito, absolutamente de acordo com o que foi solicitado.

Para toda a grade de programação que há na emissora que Mari trabalhou há uma equipe com 4 produtoras, 2 delas sempre na rua fazendo a produção e 2 na emissora. A coordenadora faz as provas de roupas e quando tudo dá certo fecham um look para ir ao ar e outros 2 de reserva. Caso não dê certo, a apresentadora tem que voltar e experimentar peças mais duas vezes até “fechar a arara”, isto é, ficar com os três looks prontos. “Teoricamente as provas são semanais, mas na prática sempre há algo para experimentar,” justifica Mari.

Há ainda 4 camareiras divididas em períodos de 8 horas cada, para que sempre haja pelo menos uma delas disponível. Se houver um ou outro ajuste na peça elas é que fazem. Quando há intenção de se comprar determinada peça para constar do acervo permanente a peça vai para uma costureira caso haja necessidade de ajuste maior.

Como coordenadora Mari orientava o visual completo: roupa; cabelo e maquiagem, além dos acessórios como cintos, calçados e bijuterias. Além disso gerenciava o orçamento da editoria.

Dificuldades e sucesso

"As dificuldades são muitas, iniciando pelo processo de adaptação, afinal você está começando um trabalho (isso ao entrar numa equipe de TV). Algumas vezes há uma certa resistência das pessoas que já estão trabalhando, inclusive apresentadores e até chefia,” avalia. "Você tem que ficar muito atento, pensar em todas as possibilidades (brilhos, estampas pequenas não podem ser usados para não desviar a atenção, assim como bijuterias que podem interferir no som do microfone - brincos longos, por exemplo ou colares,)”diz ela.

É preciso estar atento à proporção do corpo das pessoas que se vai vestir, adequar à personalidade do apresentador ou apresentadora para que se sinta mais à vontade e ao mesmo tempo respeitar esses detalhes técnico de cor, brilho, estampa e ruídos indesejados.

Mas como recompensa, de acordo com Mari, é que o figurinista acaba desenvolvendo relações de amizade (na foto acima a profissional está com o apresentador Evaristo Costa), fazendo um ambiente de trabalho interessante, conhecendo novas marcas do mercado e, melhor, vê seu trabalho no ar. “Esse é o maior presente, não tem preço,”conclui.

Mari Saldanha (apelido de Maria Inês de Santana Saldanha) é formada em Publicidade e Propaganda pela FIAM - Faculdades Interamericanas Unidas, hoje FIAM FAM. Nos anos de 1990 começou a trabalhar como assistente de produção na editora Abril e depois foi produtora de moda. Passou por quase todos os títulos da empresa e o primeiro editorial que assinou foi na extinta revista Nova, já como Mari Saldanha. Trabalhou também como produtora de comerciais de TV, integrou equipes de produção de assessorias de imprensa e coordenou o figurino do telejornalismo por 17 anos. Atualmente faz trabalhos pontuais, tanto em produção de TV como também na função de Personal Stylist (outra profissão que o FashionUnited abordará na série.)

Fotos: cortesia de Mari Saldanha/ acervo pessoal

This site uses cookies to deliver its services, to personalise ads and to analyse traffic. If you continue browsing the site, you agree to the use of cookies. Learn more.