• Home
  • Notícias
  • Moda
  • Oriba investe em algodão orgânico

Moda

Oriba investe em algodão orgânico

By Marta De Divitiis

26 de abr. de 2021

A marca de moda masculina Oriba, que desenvolve peças básicas, com matéria-prima de alta qualidade, está dando um passo à frente. Agora as camisetas básicas da marca são produzidas com algodão 100 por cento orgânico.

A produção em algodão orgânico vai registrar uma economia de 390 litros de água por camiseta e a redução de 70 por cento da emissão de gases prejudiciais para o meio ambiente.

Com esse upgrade, as camisetas passam de 75 para 86 reais. "A sustentabilidade é mais cara por falta de investimentos e interesse das marcas. Esperamos inspirar outras marcas e assim baixar o custo para toda da indústria", comenta Rodrigo Ootani, um dos três sócios da Oriba. O empresário ainda ressalta que investir em produtores orgânicos é estimular um mercado inteiro a fazer a mudança e fomentar produtores.

"As pessoas querem comprar um produto que seja de qualidade. Depois de experimentar constatam que existem bons produtos com menos impacto ao planeta", complementa Paulinho Moreira, outro sócio.

O algodão orgânico, originalmente cultivado por grupos produtores que praticam o trabalho decente e o comércio justo, possui o Certificado GOTS - Global Organic Textile Standard, que regulamenta a produção de fibras orgânicas e garante qualidade de origem ao consumidor. A sustentabilidade e a produção consciente do algodão orgânico continua no processo de tecelagem, onde passa por uma série de processos limpos que visam economizar energia e tratar a água utilizada nos tingimentos.

Para envolver o consumidor na questão a campanha da Oriba, Oganicamente, fala sobre o algodão, de forma conceitual, com fotos e filme produzido em parceria com a produtora de audiovisual Ruído.

Você pode ver o filme da campanha aqui.

As camisetas podem ser encontradas em todas as lojas físicas da marca, assim como no e-commerce. Durante todo o mês de março a marca queimou todo o seu estoque para ceder lugar à novidade.

Foto: cortesia Oriba