• Home
  • Notícias
  • Moda
  • Zappa aposta no mercado de moda bebê - infantil ecológica e sem gênero

Moda

Zappa aposta no mercado de moda bebê - infantil ecológica e sem gênero

By Marta De Divitiis

21 de mai. de 2020

A moda para bebês e crianças até 6 anos acaba de ganhar uma marca agênero com viés ecológico e estilo descontraído: a Zappa Moda Infantil. Criada pela jornalista de moda gaúcha Elis Martini, são bodies, conjuntos e camisetas desenvolvidas em modelagem que veste ambos os sexos, em algodão orgânico, certificado e livre de agrotóxicos. Os tingimentos são todos processados artesanalmente, utilizando plantas e sementes: o verde vem da erva-mate; o laranja do urucum; o roxo do pau-campeche e o azul, do índigo. Corantes naturais, não liberam resíduos poluentes e têm durabilidade.

"Apostei na moda infantil porque acredito que seja um setor mais aberto para novas propostas, além de não ter uma concorrência tão grande quanto o da moda adulta. O fato de ser sem gênero veio naturalmente, já que todas as peças da marca têm modelagem unissex e podem ser vestidas tanto por meninos quanto por meninas,” diz a empresária. A modelagem é bem soltinha e confortável para os pequenos e as estampas são inspiradas na natureza, criadas com exclusividade por artistas e ilustradores brasileiros (na página do produto na loja online dá para conferir qual artista fez o desenho da estampa).

A marca desenvolve as peças em parcerias que valorizam os trabalhadores como o Instituto Ecotece de São Paulo (que desenvolve produtos com ativos sociais, culturais e ambientais) e a Central Justa Trama (cooperativa da cadeia produtiva do algodão ecológico, associada à conceitos de rede de economia solidária, comércio justo, cuidado com o meio ambiente e distribuição de renda), do Rio Grande do Sul.

E-commerce lançado durante a pandemia

Embora tenha sido gestado em 2011, o projeto da Zappa foi lançado esse ano, 2020, em meio à pandemia, numa aposta ousada. Segundo Elis a ideia nasceu há 9 anos, quando trabalhava em São Paulo. "Fiz o curso técnico de moda do Senac para aprofundar meus conhecimentos. Nessa época, participei de um concurso de planos de negócio entre os alunos dos cursos técnicos de todas as unidades do Senac do estado de São Paulo e meu projeto de uma marca de moda infantil ecológica foi premiado. Esse foi o embrião da Zappa,” conta.

Desde então a profissional passou a pesquisar o mercado de moda ecológica no Brasil, fornecedores, processos, etc. Ao voltar para Porto Alegre decidiu tirar a Zappa do papel. "No início deste ano, estava tudo pronto para colocar a marca no mercado, mas veio a pandemia do coronavírus. Minha ideia inicial foi adiar o lançamento até o final da pandemia, mas depois percebi que talvez isso esteja longe de acontecer. Então fiz o lançamento do e-commerce, com divulgação e vendas feitas de forma online, oferecendo facilidade para que as pessoas fiquem em casa e comprem com segurança,” justifica.

Segundo a empresária o e-commerce está numa plataforma que oferece modelos customizáveis de loja online, o que significa que não houve grandes investimentos, embora a marca não abra os números por enquanto. O site é B2C vendendo para o consumidor final. No momento, estão trabalhando com um estoque fixo, desenvolvido especialmente para o lançamento. Em Porto Alegre, sede da empresa, as entregas são via motoboy ou bicicletas, dependendo do local, com frete gratuito. Para outras cidades entregam via correios, com possibilidade de gratuidade do frete.

Fotos: Francine de Mattos