• Home
  • Notícias
  • Gente
  • Ablos elege nova diretoria para o próximo triênio

Ablos elege nova diretoria para o próximo triênio

By Marta De Divitiis

3 de dez. de 2021

Gente

Marcos Lomelino

A Ablos - Associação Brasileira dos Lojistas Satélites - realizou na quarta-feira (1), na capital paulista, uma convenção para a eleição da diretoria que estará à frente da entidade até 2025. Mauro Francis continua na presidência, sendo que Andrea Duca (diretora da Gregory) é a vice-presidente (ambos na foto acima). A diretoria foi composta com os empresários Francivon de Melo (da Morana), Jonas Bechelli (à frente da Doctor Feet) e Thiago Sitta (da Remo Fenut).

Entre os objetivos da entidade está o cumprimento de uma agenda com os órgãos governamentais para levar aos responsáveis assuntos pertinentes aos lojistas e expandir a associação para todas as regiões do Brasil. Francis, que possui vasta experiência na área jurídica, com especialidade no varejo, franchising e locação, irá percorrer todo país com o intuito em promover a união com os empreendedores de Shoppings Centers e fortalecer cada vez mais o setor. “A ABLOS surgiu pela necessidade de os lojistas satélites contarem com uma associação para representar e defender em âmbito nacional seus interesses e assim buscar alternativas para melhorias do setor. Nosso objetivo é trazer, através parcerias, uma relação mais equilibrada nas negociações de toda cadeia do setor”, afirma o presidente da entidade.

Fundada em 2018 por um grupo de empresários do varejo, proprietários de estabelecimentos comerciais de até 230 metros quadrados, a Ablos nasceu com intuito de representar e fortalecer a categoria, levando aos empreendedores dos Shopping Centers os assuntos de grande importância dos pequenos e médios lojistas. Atualmente a ABLOS conta com mais de 100 associados em mais de 3.000 pontos de vendas no território nacional.

Segundo último levantamento feito pelo setor, os mais de 500 Shoppings Centers de todo país contam com aproximadamente 105 mil lojas, sendo que aproximadamente 70 por cento delas é de lojistas satélites, que ocupam em média 200 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL) sendo responsáveis pela movimentação da economia brasileira.