• Home
  • Notícias
  • Varejo
  • Bibi aposta em novo modelo de negócios

Varejo

Bibi aposta em novo modelo de negócios

By Marta De Divitiis

22 de jul. de 2020

Visando a retomada de expansão da marca que fechou o ano de 2019 com 123 lojas, a Calçados Bibi, de calçados infantis, renovou sua estratégia e desenvolveu dois modelos de negócios mais econômicos, com o objetivo de ingressar em cidades menores. Os dois novos formatos de franquia, batizados de Light e Microfranquia, contam com uma estrutura mais enxuta, com investimentos menores. Assim, sob essa nova realidade, de economia pós coronavírus, a expectativa é abrir 25 novos pontos de venda até o final do ano.

"O modelo Light tem aproximadamente 35m² e a Microfranquia requer um espaço de 9m² dentro de uma loja multimarca. A loja pode trabalhar com as curvas A em estoque, mas ao mesmo tempo ter toda a coleção da Bibi por meio do projeto de Prateleira Infinita (integração de canais de atendimento online e offline),”explica Andrea Kohlrausch, presidente da empresa para o FashionUnited. Segundo a executiva o formato Light é voltado para cidades acima de 200 mil habitantes. Já a Microfranquia propõe também a integração com o online, com investimento em estoque baixo e foca em cidades menores, em lojas multimarcas que já atuam no segmento infantil e que tenham a mesma essência e valores da Bibi.

"Além de ser enxuto e apresentar um investimento menor, criamos um layout de loja totalmente diferente para este projeto, que carrega todo o DNA e propósito da Bibi. Utilizaremos soluções tecnológicas para entregar uma experiência diferente e totalmente alinhada com os projetos de transformação digital que desenvolvemos para atender os clientes, de acordo com novos hábitos de consumo. Esperamos implantar 15 unidades do conceito Light até o final do ano", fala Andrea. Essa semana a marca anunciou a abertura de uma Microfranquia na cidade de Uruguaiana, RS.

Tecnologia integrando vendas

Ao invés de vitrine as lojas no modelo Light terão tela para conteúdo com informações sobre os produtos, espaço Pet Friendly e área de informações de campanhas e ações. No interior sinalização para a Prateleira Infinita (integração de canais online e offline); Clique e Retire; Entrega Expressa; Bibi Delivery e Bibi Home. Para os pequenos consumidores local para brincar como piscina de espuma e para os pais totem para carregar celulares.

A Microfranquia visa lojistas multimarcas de cidades com até 100 mil habitantes. "O grande diferencial dela é que iremos ingressar em lojas que contam com um mix de produtos infantis. Haverá um espaço reservado apenas para os calçados da Bibi e o logo da marca será inserido na fachada da unidade. E para agregar ainda mais, o negócio passa a contar com todo o sistema de gestão da franquia e com os projetos de transformação digital que auxiliam de forma efetiva no aumento das vendas,” justifica a presidente.

A rede cresceu 245% nos canais digitais de janeiro a junho de 2020, se compararmos com o mesmo período do ano passado. Com certeza isso se torna atrativo para os empreendedores que entrarem nesta modalidade.

Andrea Kohlrausch, presidente da Calçados Bibi

A Bibi já estava com várias iniciativas tendo foco no cliente e na digitalização do varejo. Com a chegada da pandemia de COVID-19 no Brasil, a rede acelerou ainda mais os projetos de transformação digital. A meta agora é consolidar os canais digitais da rede de franquias utilizando as ferramentas disponíveis. No primeiro semestre desse ano, a marca, segundo o release de divulgação, conseguirá dobrar as vendas efetuadas nos canais digitais comparando os números com o mesmo período em 2019.

Fundada em 1949, a Calçados Bibi conta com fábricas em Parobé (RS) e em Cruz das Almas (BA), produzindo mais de 2 milhões de pares ao ano. Presente em mais de 70 países nos cinco continentes, no Brasil está em mais de 3.500 mil pontos de venda multimarcas, além do e-commerce e de uma rede de franquias com mais de 120 lojas. A marca de calçados infantis desenvolve produtos a partir de pesquisas e estudos científicos. A empresa é ainda a única calçadista certificada pelo Selo Diamante de Sustentabilidade, que atesta o compromisso com as iniciativas nos processos industriais, bem como o desenvolvimento de ações em sintonia com os pilares estabelecidos pelo programa de Origem Sustentável: Ambiental, Econômico, Social e Cultural.

Fotos: cortesia Calçados Bibi