• Home
  • Notícias
  • Varejo
  • Caedu mira classes C e D em e-commerce

Caedu mira classes C e D em e-commerce

By Marta De Divitiis

27 de jan. de 2021

Varejo

A pandemia de coronavírus acelerou um processo já previsto pela marca de moda feminina, masculina, juvenil e infantil, Caedu, de ingresso no ambiente digital. Assim, no início de dezembro a empresa, que conta com preços acessíveis, lançou seu e-commerce. Só entre fevereiro e maio de 2020 o consumo online do público das classes C e D aumentou 60 por cento, de acordo com um estudo realizado pela Superdigital, uma fintech do Grupo Santander, e essa foi uma das razões pelas quais a marca optou pelo e-commerce.

De acordo com Leninha Palma, CEO da empresa, não há mais limites para a comercialização online. "Já vínhamos projetando nossa entrada no e-commerce, tendo em vista que nossos consumidores, mesmo que aos poucos, já estavam em ambiente digital. A pandemia veio e nos confirmou que, de fato, não existem mais barreiras para a venda de produtos para consumidores das classes C e D, já que os mesmos estão totalmente familiarizados com a tecnologia e dispostos a adquirirem novos itens por este canal", destaca no release de divulgação.

"Com nossa plataforma no ar, a meta é aumentar o faturamento e conhecimento da marca Caedu. Entendemos nossa entrada no e-commerce como uma estratégia de impulsionamento de vendas, levando aos nossos consumidores mais uma possibilidade de adquirirem, de forma segura e com condições especiais, produtos para toda família’’, explica a executiva. "Agora conseguimos atingir o consumidor de maneira 360°, lojas, redes sociais, whatsapp e e-commerce, aumentando nosso contato com o cliente e oferecendo canais de compra para todo o tipo de perfil", complementa. Sobre o desempenho de vendas durante o ano, em plena pandemia, assim como recursos adotados para minimizar perdas, a marca, consultada pelo FashionUnited, preferiu não divulgar dados.

E-commerce desenvolvido em tempo recorde

Desenvolvida pela Vtex, multinacional brasileira de tecnologia, a plataforma digital da Caedu possibilita navegação intuitiva, separando os produtos por categorias - feminino, masculino, infantil, lingerie, calçados e acessórios - dando destaque para coleções, produtos, promoções e últimos lançamentos. A navegação permite aos consumidores a possibilidade de filtrar os produtos por tamanho, características, subcategorias e preços.

Segundo Patrick Scripilliti, diretor de vendas e novos negócios da Vtex, para a construção do canal de vendas digital, foi preciso entender as necessidades do público-alvo da Caedu, as classes C e D. "Nosso desafio foi entender as demandas e o comportamento do consumidor junto ao time da Caedu, e demonstrar como iniciar a transformação digital com as lojas fechadas,” diz o diretor no release de divulgação.

Por enquanto o e-commerce Caedu atenderá apenas consumidores do estado de São Paulo, mas a previsão é que esteja disponível para o público nacional até o fim do primeiro semestre deste ano.

A Caedu existe há 45 anos no varejo de moda e hoje conta com 65 lojas em cidades do estado de São Paulo e na cidade de Porto Alegre, RS. É referência em produtos com preços mais acessíveis.

Fotos: cortesia Caedu