• Home
  • Notícias
  • Varejo
  • Clube Melissa lança venda via lives - Projeto Live Connections

Varejo

Clube Melissa lança venda via lives - Projeto Live Connections

By Marta De Divitiis

28 de mai. de 2020

Por conta da pandemia o varejo de moda tem se reinventado a cada dia. A novidade nas lojas da Melissa, que já estão vendendo via WhatsApp e catálogo virtual, são as lives-commerces, dentro do Projeto Live Connections. Segundo a gerente de marketing do grupo de franquias Clube Melissa, Rafaella Cartier, essas ferramentas online são canais que minimizam perdas. “Mas vale ressaltar que essa modalidade live-commerce veio para ficar e está sendo explorada até mesmo por lojas que já estão abertas. É uma nova forma de nos comunicarmos com os clientes,” justifica a gerente para o FashionUnited.

"A ideia surgiu com o objetivo de conseguirmos manter cada Clube em contato com a sua comunidade local, cumprindo com o papel de ser um ponto de encontro entre a marca e as fãs de Melissa, uma vez que com ela conseguimos manter a troca com os clientes e a venda ao vivo, além de oferecer atrativos especiais - que é o que o Clube Melissa normalmente faz em seu ponto de venda físico! As live-commerces, em geral, já são uma tendência mundial,” explica Rafaella.

A experiência já trouxe bons frutos para algumas das mais de 300 lojas espalhadas pelo Brasil. "A live tem como objetivo recriar a experiência de compra na loja, com os conectores explicando detalhes de cada produto, seus diferenciais e fazendo combinações e sugestões. Além disso, a possibilidade de oferecer descontos especiais gera ainda mais interesse e engajamento", destaca a executiva.

Para realizar as lives, a marca disponibiliza diversos cenários e modelos de roteiro que podem ser adaptados de acordo com a ação ou data comemorativa. Além disso oferece dicas para potencializar esse novo formato de vendas. Cada loja agenda sua live e escolhe seus convidados, de acordo com a realidade local. Pode ser live entre diferentes clubes ou com influenciadores da região. “O que estimulamos é que o convidado da live seja alguém relevante na região de atuação da loja,”explica Rafaella.

A Grendene, da qual faz parte a Melissa, está se adequando aos novos tempos, uma vez que as fábricas estão produzindo EPIs - Equipamentos de Proteção Individual - para doação. Até o momento já foram doados mais de 1,3 milhão de itens para as Secretarias da Saúde do RS e CE.

As sandálias Melissa começaram a ser fabricadas pela Grendene em 1979, com o modelo Aranha, inspirado nos calçados de pescadores franceses, hoje um clássico. Em 2005 a marca Melissa foi repaginada e hoje pode ser encontrada em mais de 300 lojas Clube Melissa. Frequentemente faz parceria com estilistas e artistas plásticos lançando modelos diferentes e exclusivos.

Foto: Cortesia Melissa