• Home
  • Notícias
  • Varejo
  • Dia das Mães teve crescimento de vendas

Dia das Mães teve crescimento de vendas

By Marta De Divitiis

18 de mai. de 2021

Varejo

Uma enquete realizada pela Abvtex - Associação Brasileira do Varejo Têxtil - mostrou que 80 por cento das marcas associadas (são mais de 100) reportaram vendas melhores que as do Dia das Mães de 2019, um ano antes da pandemia. A comparação foi realizada com o ano de 2019 uma vez que em 2020 a maioria das lojas se encontravam fechadas devido ao isolamento sanitário. No e-commerce esse patamar aumentou para 89 por cento com melhores resultados que os do ano de 2019.

Ao mesmo tempo, dados divulgados pela Abrasce - Associação Brasileira de Shopping Centers - mostraram que o período de 3 a 9 de maio de 2021 (semana do Dia das Mães) movimentou 4,1 bilhões de reais. De acordo com a associação esse valor foi 460 por cento maior que em 2020, quando apenas 15 por cento dos shoppings estavam abertos. Em relação a 2019 o valor reflete 12 por cento abaixo do arrecadado e nesse período devemos lembrar que todos os estabelecimentos comerciais estavam abertos e em pleno funcionamento.

Para Edmundo Lima, diretor executivo da Abvtex, os valores demonstram o reflexo das compras que estavam represadas por ocasião das lojas e shoppings fechados. “Consideramos positivo o fato da maioria dos associados ter registrado aumento nas vendas,”disse ele em release de divulgação.

Moda e Acessórios geraram mais tráfego no e-commerce

Já de acordo com a Neotrust, empresa de inteligência de mercado focada no e-commerce, entre 12 de abril e 9 de maio o faturamento foi de 7 bilhões de reais no varejo digital, cifra 15 por cento maior que em 2020. Nesse período foram registrados 14 milhões de pedidos, 5 por cento menos que no ano anterior.

Moda e Acessórios, paralelamente à Beleza, foram as categorias que mais geraram tráfego e cadastros. O ticket médio também cresceu, representando 21 por cento mais que o registrado em 2020, sendo que de Moda e Acessórios foi de 222,4 reais de acordo com a Social Miner, de inteligência de dados e marketing.

A região Sudeste teve predominância entre as visitas aos e-commerces e marketplaces, representando 63 por cento das visitas (em 2020 as visitas significaram 58 por cento). Já a região Sul, segunda colocada no ranking, passou de 16 por cento em 2020 para 20 por cento em 2021. O Centro-Oeste respondeu por 6 por cento das visitas e a região Norte por dois percentuais.

75 por cento dos cadastros em Moda e Acessórios foram realizados pelo público feminino. Os cadastros quando vistos por região seguem a mesma expectativa das visitas, com o Sudeste se sobrepondo às demais regiões e respondendo por 65 por cento, seguido do Sul com 18 percentuais, o Centro-Oeste com 5 por cento e o Norte com dois por cento.

Fotos: Angela Bailey e SOCIAL.Cut/Unsplash