• Home
  • Notícias
  • Varejo
  • Marisa apresenta resultados do 2T

Varejo

Marisa apresenta resultados do 2T

By Marta De Divitiis

27 de ago. de 2020

Dia 24 de agosto a varejista de moda feminina e íntima apresentou aos acionistas os dados do segundo trimestre de 2020. Segundo as informações, a receita líquida da companhia atingiu 149,1 milhões de reais, com queda de 72,5 por cento ano a ano. O lucro bruto do varejo teve uma queda de 81,2 percentuais. O fechamento das lojas físicas devido ao COVID-19 foi o motivo da queda e o reflexo das menores vendas. “A margem bruta foi impactada pelo ambiente mais promocional do período e pela estratégia da companhia de reduzir estruturalmente os níveis de estoque,”diz o comunicado.

As vendas na plataforma digital cresceram 113,1 percentuais no período, representando 41,9 por cento das vendas totais no varejo (em 2019 nesse mesmo período houve um aumento de 56,7 percentuais). Vale lembrar que o processo de abertura gradual das lojas físicas continua. Até fim de junho eram 241 unidades em operação, 68 por cento das 353 lojas da rede.

De acordo com a empresa o trimestre teve como destaque a manutenção dos investimentos em projetos estratégicos com ênfase na aceleração dos processos digitais. Entre eles o lançamento do novo app Marisa, já com 730 mil downloads; ampliação da presença em marketplaces (Mercado Livre, Magazine Luiza, Lojas Americanas, Zattini, Netshoes, Shoptime e Submarino); inauguração de novo modelo de loja e retomada dos lançamentos dos quiosques Magalu, já presentes em 77 lojas.

A despesa com as vendas foram de 124,5 milhões de reais, com redução de 41,5 percentuais ano a ano. Esse resultado reflete as diversas ações realizadas para a redução estrutural das despesas no período, com destaque para renegociações de contratos de aluguel e adoção da MP 936 (medida provisória editada em abril que permite redução de salários e suspensão de contratos de trabalho).

As despesas gerais administrativas totalizaram 22,4 milhões, com redução de 45 por cento, devido à adoção da MP 936. Outras receitas e despesas operacionais somaram um saldo negativo de 22,1 milhões.

Foto: cortesia Marisa