Varejo cresce 2,9 por cento em novembro graças à Black Friday, diz IBGE
retail

Varejo cresce 2,9 por cento em novembro graças à Black Friday, diz IBGE


A Black Friday foi boa para os varejistas brasileiros, de acordo com a Pesquisa Mensal de Comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta semana. O comércio varejista registrou alta de 2,9 por cento no volume de vendas em novembro de 2018, na comparação com o mês anterior. A categoria Tecidos, vestuário e calçados foi uma das maiores beneficiadas no período, registrando aumento de 1,7 por cento.

Na comparação com novembro de 2017, o comércio varejista cresceu uma média de 4,4 por cento, sendo a taxa de aumento no volume de vendas para tecidos, vestuário e calçados maior do que a média: 4,8 por cento. Porém, o acumulado em 12 meses passou de -0,1 por cento em outubro para -0,3 por cento em novembro, mantendo a trajetória descendente que começou em fevereiro do ano passado.

Mas o setor que mais decai é mesmo Livros, jornais, revistas e papelaria, que teve sua maior queda em toda a história da pesquisa, iniciada em 2004. O acumulado em 12 meses permanece negativo desde março de 2014 (-0,2 por cento), passando de -10,7 por cento em outubro de 2018 para -13,1 por cento em novembro. O que isso significa para as empresas de moda? Anunciar na mídia impressa está tornando cada vez menos um bom negócio. Não à toa, diversos títulos foram fechados em 2018, incluindo as revistas Elle e Cosmopolitan.

Foto: Pixabay

arrow_backSee more articles