• Home
  • Notícias
  • Moda
  • Malwee e Roupateca aliadas na moda circular

Malwee e Roupateca aliadas na moda circular

By Marta De Divitiis

21 de out. de 2021

Moda

A Malwee, marca que tem se destacado pelo alinhamento aos conceitos da moda circular, por meio de coleções atemporais, Moda sem Ponto Final, deu mais um passo rumo à conscientização de seu público: agora suas coleções podem ser encontradas na Roupateca, plataforma de compartilhamento de moda.

“A gente sempre admirou a Malwee justamente por ter um posicionamento mais sustentável e ser uma marca de moda responsável com o planeta e com as pessoas. Ao sabermos sobre o jeans produzido apenas com um copo d'agua, economizando 98 por cento do recurso na produção, ficamos muito animadas para ter a Malwee aqui na Roupateca”, diz Flavia Netrovski, uma das sócias e fundadoras da plataforma.

O acesso às roupas se dá por assinaturas, que podem ser mensais, trimestrais, semestrais e anuais, com planos em diferentes quantidades de peças. A sede física da Roupateca fica no bairro de Pinheiros em São Paulo, mas a escolha das peças também pode ser feita pelo site da empresa. As clientes usam as peças escolhidas pelo período selecionado na sua assinatura e depois devolvem ao acervo. Após o uso, a Roupateca se responsabiliza pela higienização das roupas.

Guilherme Moreno, gerente de marketing da Malwee concedeu ao FashionUnited uma entrevista exclusiva a respeito. Confira abaixo.

FashionUnited: de quem foi a iniciativa de unir a Roupateca com a Malwee?

O conceito de moda circular, especialmente quando pensamos no pós uso das roupas, é muito importante para nós e estamos buscando cada vez mais iniciativas que possam estimular e construir essa jornada. A gente já conhecia a Roupateca e admirava muito a proposta, mas ainda não tínhamos tido a oportunidade de trabalhar juntos em um projeto. Coincidentemente fomos procurados pelas fundadoras do site. Elas ficaram sabendo do nosso lançamento do Jeans com 1 copo d 'água e nos convidaram a incluir essas peças e outras da Malwee no acervo. E aí a parceria aconteceu instantaneamente. Acreditamos muito em juntar forças para construir caminhos e alternativas para uma moda de menor impacto – as nossas crenças deram match.

Como a iniciativa vai permanecer? A cada lançamento de coleção a Malwee vai enviar para a Roupateca uma remessa?

Exatamente, a cada lançamento de coleção, a Roupateca escolhe novas peças que serão enviadas ao acervo. Como nossos produtos são feitos para durar e pensados para compor um guarda-roupas inteligentes, acreditamos em uma grande mistura de coleções dentro do site, peças que possam ser utilizadas por vários invernos e verões.

Quais os tamanhos escolhidos para estar na Roupateca?

As peças da Malwee que estão no acervo da Roupateca vão dos tamanhos 34 ao 48 e também 46 e 48 no Plus Size.

Qual o critério utilizado para a curadoria das peças?

As peças foram escolhidas pelo time da Roupateca. O nosso jeito Malwee de fazer moda mais sustentável despertou bastante o interesse deles além do apelo mais atemporal no design e paleta de cores. E isso vai muito ao encontro da moda que a Malwee faz; versátil.

Qual o conceito por trás dessa estratégia?

O nosso jeito de pensar em moda propõe que as pessoas tenham um relacionamento mais saudável com o consumo e com os impactos provocados pelas nossas escolhas, mesmo que isso signifique buscar caminhos alternativos para estar presente na vida das pessoas. Nós queremos despertar nos nossos consumidores uma nova forma de consumir e isso dá espaço para novos modelos de negócio, como o aluguel de roupas, a revenda ou o simples hábito de trocar produtos entre si. Pensamos que esse caminho de moda compartilhada é uma das maneiras de despertar o pensamento sobre consumo consciente. Quantas peças de roupa você já comprou e acabou usando em uma só ocasião?! Qual o impacto disso para o mundo!? Se não existe "jogar fora", o que podemos fazer com tudo o que já temos aqui dentro do nosso planeta? Acreditamos que o modelo de economia circular traz benefícios para todos: para as marcas, consumidores e principalmente para o planeta.

Fotos: cortesia Malwee e Roupateca