• Home
  • Notícias
  • Negócios
  • Ações da Hering sobem após rejeição à proposta de compra pela Arezzo

Ações da Hering sobem após rejeição à proposta de compra pela Arezzo

By Marta De Divitiis

15 de abr. de 2021

Negócios

Na manhã de hoje as ações ordinárias da varejista de moda Hering abriram em alta e já durante a tarde chegaram a 22,55 reais, um aumento de aproximadamente 30 por cento. Essa valorização veio logo após, em fato relevante divulgado ontem à noite, a marca de moda avisar aos seus acionistas que rejeitou proposta de compra pela Arezzo & Co, realizada em 7 de abril.

Segundo a nota, "após análise dos termos propostos, o Conselho de Administração da Companhia, com assessoria do BR Partners Banco de Investimento S.A. e Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados, decidiu, por unanimidade, em reunião realizada em 14 de abril, rejeitar a proposta, por considerar que ela não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria Companhia,”diz o informe.

Segundo a nota, a Hering pretende seguir na execução do plano estratégico que combina a construção de marcas, integração de canais e modernização da cadeia de fornecimento, tendo como foco o cliente, sem deixar de lado a sustentabilidade. "Em conjunto com a busca por crescimento orgânico, a Companhia continuamente analisa oportunidades inorgânicas e manterá seu programa de recompra de ações aprovado pelo Conselho de Administração, em reunião realizada em 18/08/2020,” finaliza.

Já a Arezzo & Co informou aos seus investidores a proposta enviada à Hering, cujos acionistas receberiam no fim do processo 21,17 por cento do capital social da Arezzo & Co. Haveria uma relação de substituição de ações, de 0,1686 novas ações ordinárias de emissão da Arezzo & Co para cada 1 ação ordinária de emissão da Hering, mais uma parcela em dinheiro no total de 1,290 bilhão de reais.

"Contudo, a Companhia recebeu, em 14 de abril de 2021, a rejeição, deliberada pelo Conselho de Administração da Hering, da Proposta e do início das discussões para a realização da Combinação de Negócios,” diz o informe.

Vale lembrar que a Arezzo & Co recentemente adquiriu a Reserva , o brechó online Troc e conta com o marketplace ZZ Mall . Com essa proposta a empresa estava buscando ativos no mercado feminino de vestuário, com vistas a ser um ecossistema de lifestyle e moda em todas as categorias.

Para analistas procurados por jornalistas do jornal Valor Econômico, a notícia fortalece a Arezzo e ao mesmo tempo sugere que a Hering está confiante na recuperação de crescimento, uma vez que viu o valor oferecido como baixo.

Foto: cortesia Hering